Para otimizar sua empresa, use o Google Analytics!

 

Quer ouvir este artigo ao invés de ler?

Sempre que me procuram para dar consultoria em algum projeto, me deparo com a imensa vontade do cliente de obter MAIS resultados, seja no que for, não importa como, o imediatismo nestes resultados é imperativo (e as vezes, impositivo).

Compreendo a necessidade de obter resultados rápidos, mas alguns resultados, infelizmente, não ocorrem da maneira que esperamos e do dia para noite.

O marketing digital é um poderoso aliado das empresas, ele bem aplicado tem condições de mudar os resultados financeiros e de marca, mas precisam ser entendidos que é uma construção a médio longo prazo.

E este caminho passa obrigatoriamente pela instalação do Google Analytics para que se entenda o comportamento do usuário.

Neste artigo vou lhe apresentar alguns pontos que podem ser analisados em seu site utilizando os resultados do Analytics.

Taxa de rejeição

google-analytics-taxa-rejeicao-rodrigo-maciel-consultor-marketing-digital

É o item mais polêmico de todos, a taxa de rejeição apesar de não ser um consenso, é um grande balizador de decisões em um teste de usabilidade, por exemplo. E quando falo em polêmico, explico, essa métrica não pode ser considerada fundamental para o fator de rankeamento, mas é de suma importância para entender o comportamento do usuário dentro do site.

Atualmente, as taxas de rejeição consideradas “normais” giram em torno de 30 a 60%, porém, devemos entender claramente que quanto menores são estas taxas, melhor é o entendimento de que o comportamento do usuário dentro do site está bom.

Mas não é só isso, as vezes uma taxa de rejeição alta quer dizer que estamos fazendo nosso anúncio, encontrando as pessoas mas não estamos sendo eficientes nesta divulgação. Nossa propaganda aparece, porém o publico alvo não está alinhado com a nossa publicidade.

Mas como se dá um valor de taxa de rejeição?
Esse valor ocorre com a média de taxa de acesso por dia. Ou seja, se num dia você teve 30% de taxa de rejeição e no outro 70%, sua média do mês será de 50%.

Por isso, devemos trabalhar sempre para que nosso site tenha as menores taxas possíveis, pois isso será uma mensagem de que: nossa publicidade está sendo mais efetiva e de que ao chegar em nosso site o usuário está se sentindo bem e confiante do que está vendo.

Comportamento do usuário

google-analytics-comportamento-do-usuario-rodrigo-maciel-consultor-marketing-digital

Outro fator importante que pode ser visualizado dentro do Google Analytics é o Comportamento do Usuário. Neste relatório conseguimos entender qual o caminho que percorre o usuário para chegar ao gol. E até mesmo em que momento desse caminho ele sai do nosso site.

E é justamente no momento em que ele sai do nosso site que precisamos entender o real motivo deste abandono. Por que o usuário está saindo naquela página? O que estará faltando? Quais os blocos que podem ser melhorados? Estaria faltando algum CTA ou algum formulário mais evidente?

Ao responder estas perguntas, você será capaz de melhorar o caminho do usuário até o objetivo principal do seu site. E com isso, VENDER MAIS!

Páginas mais visualizadas

google-analytics-paginas-mais-visitadas-rodrigo-maciel-consultor-marketing-digital

Neste relatório dentro do Google Analytics, você tem a sua disposição todo o comportamento do usuário por páginas. Veja na imagem acima que em cada página há alguns índices que valem a pena ser explicados:

Visualizações de página: Indica a quantidade de vezes que a página foi visualizada (não indica quantidade de usuários, indica a quantidade de visualizações para usuários novos e recorrentes.
Tempo médio na página: Aqui é importante, indica se o usuário tem ficado tempo suficiente para absorver o seu conteúdo. Se fica pouco tempo, pode indicar que seu conteúdo não está bem apresentado.
Taxa de rejeição: Já falamos sobre ela acima
Porcentagem de saída: Indica qual o percentual de saídas que teve aquela página, ele não indica rejeição, indica que após trafegar por determinada página (ou grupo de páginas), aquela foi a página que ele acabou saindo.

A sua definição final de qualidade de uma página deve ser feita após entender os dados destas métricas acima. Só assim, você terá um conjunto de dados mais relevante para poder definir o que poderá ser feito para melhorar a navegação dentro do seu site.